Visite também: UnderLinux ·  Dicas-L ·  SoftwareLivre.org ·  [mais] ·  Currículo ·  Efetividade ·  makerNews ·  Arduino

Entendendo o Xorg.conf

Tags: video

Todos os dias é dia de aprender Linux; hoje vamos aprender como gerar e configurar o arquivo xorg.conf.

Enviado por Juliano Ramos (profjulianoramosΘgmail·com)

Compartilhe: [Twitter] [Facebook] [Comentar]

Saldão de livros semi-novos da Novatec: agora também via Amazon

Tags:

Nossos amigos da Novatec Editora mandaram um aviso sobre uma oportunidade para adquirir livros do seu saldão de semi-novos (geralmente exemplares que retornaram de livrarias e estiveram em exposição, onde foram manuseados), diretamente na Amazon Brasil. É só pesquisar, no site da Amazon, por "Novatec Editora" e, no livro desejado, usar a opção "usados ou novos".

Se precisar de um passo a passo, eles até prepararam um diagrama ;-)

Compartilhe: [Twitter] [Facebook] [Comentar]

PoC: Arch Linux rodando nativamente no tablet Google Pixel C

Tags: instalar, pos-pc

O membro Samt434 do XDA conseguiu por o Arch Linux para rodar nativamente em seu Google Pixel C. O usuário também escreveu um tutorial de como fazer esta distribuição rodar neste dispositivo.

No momento, a aceleração gráfica não está funcionando e por isto, o desktop Gnome é bastante lento. Wifi e Som também são funcionalidades faltantes, fazendo com que esta instalação ainda não passe de uma PoC (proof of concept) para que desenvolvedores possam brincar com este dispositivo, e quem sabe num futuro próximo, aprimorar a usabilidade das distribuições Linux que não são Android neste hardware.

Enviado por Nícolas Wildner (nicolasgauchoΘgmail·com)

Compartilhe: [Twitter] [Facebook] [Comentar]

DevCamp 2017: Grupos com valores especiais!

Tags: evento, promo

O DevCamp 2017 está com muito conteúdo de primeira e com valores especiais para grupos de pessoas. Envie email para mkt@dextra.com.br e saiba sobre as promoções ;-)

Confira a grade de palestras: http://www.devcamp.com.br/palestrantes/

E corre, porque dia 2/junho está chegando.

Enviado por DevCamp 2017 (mktΘdextra·com·br)

Compartilhe: [Twitter] [Facebook] [Comentar]

Delphi retorna ao Linux: Embarcadero lança RAD Studio 10.2 Tokyo

Tags: video

Muita coisa aconteceu após o lançamento da IDE da Borland para Linux, o Kylix, 16 anos atrás. Primeiro a Borland criou uma subsidiária chamada CodeGear para cuidar exclusivamente das IDEs. A CodeGear foi, depois, comprada pela Embarcadero. Depois, a Embarcadero foi comprada pela Idera.

Movimentações mercadológicas à parte, a Embarcadero lançou o RAD Studio 10.2 Tokyo. Dentre muitas novidades, está o retorno ao mundo Linux.

Alguns vídeos que demonstram o funcionamento podem ser vistos a seguir:

1) Construindo um Servidor WebBroker para Linux: https://www.youtube.com/watch?v=9QW72sNUFAA

2) FireMonkey (Delphi GUI) no Linux: http://image-store.slidesharecdn.com/f67de36a-25e9-4a67-9d85-38b27dee30c7-large.png

3) 64-bit Linux Console App: https://www.youtube.com/watch?v=e5LzQvw9EF4

Lembrando que o Pascal está vivo no Linux através do projeto open source Lazarus (https://www.lazarus-ide.org/)

Enviado por Marcelo Rocha (marceloΘrochadigital·com)

Compartilhe: [Twitter] [Facebook] [Comentar]

Chamada de trabalhos 2º DevOps Week

Tags:

Está aberta a chamada de trabalhos para o 2º DevOps Week que vai acontecer nos dias 21, 22 e 23 de junho de 2017,os trabalhos podem ser enviados até o dia 19 de maio.

Enviado por Eduardo Neves (contatoΘdevopsweek·com·br)

Compartilhe: [Twitter] [Facebook] [Comentar]

Conteúdo do Curso SAMBA4 (Grátis)

Tags: curso, certificacao, servidor, comunidade

Vamos estar liberando aos poucos diversos conteúdos para a comunidade sobre linux e servidores. Para participar é bem fácil, cadastre-se em nosso site e faça o pedido de adesão ao curso: http://certificacoes.net.br/ltc/grupos/curso-gratuito-servidor-samba/

Enviado por juliano ramos (profjulianoramosΘgmail·com)

Compartilhe: [Twitter] [Facebook] [Comentar]

Entrevista com Cesar Brod, Diretor do LPI América Latina e Caribe

Tags: instalar, pos-pc, evento, gente-que-faz, desenvolvedores, promo, certificacao, shell, comunidade

Esse é o segundo ano consecutivo em que o Tchelinux Lajeado conta com o apoio do Linux Professional Institute (LPI). Dessa vez, .

Cleomar Schmitzhaus, membro da equipe de organização do evento do Tchelinux Lajeado aproveitou para entrevistar o Cesar Brod, Diretor de Desenvolvimento de Comunidades do Linux Professional Institute para a América Latina e Caribe, que reside em Lajeado no Rio Grande do Sul.

Cleomar Schmitzhaus: Cesar, há pouco mais de um ano, quando tu assumiste o LPI no Brasil, tu já concordaste em apoiar o Tchelinux Lajeado. Quais tuas motivações para isso, além do fato de morares em Lajeado?

Cesar Brod: Não posso negar que morar em Lajeado, claro, foi uma grande motivação. Mas além disso, eu acredito que as pessoas começam a operar boas mudanças primeiro individualmente, depois em grupos e, a partir daí, em suas cidades. Vemos, cada vez mais um distanciamento e decepção com nossos (des)governos e isso faz com que as organizações sociais tomem força, se articulem. Ninguém discorda que a tecnologia é parte fundamental das nossas vidas e que será ainda mais. Dos dispositivos móveis já estamos passando para os que vestimos, os "weareables" e não demora muito para sermos verdadeiros ciborgues, com nanorobôs em nossa corrente sanguínea monitorando e tomando ações de manutenção preventiva para a nossa saúde. Toda essa tecnologia deverá seguir padrões abertos e ser de livre acesso a todos. Se há uma nano sonda no meu corpo, um mecanismo que corrija a minha visão sem a necessidade de óculos, ou mesmo um telefone celular implantado em meu ouvido, quero ter a garantia que nenhum dispositivo desses tenha um "backdoor" enviando informações para a agência de segurança americana, por exemplo. Por isso é importante fazer parte de um grupo de pessoas próximas e que conheçam o suficiente de tecnologia para que, juntos, possamos auditar e desenvolver softwares para esses dispositivos que surgirão.

Cleomar Schmitzhaus: E esses softwares irão rodar em Linux?

Cesar Brod: Em Linux e outras formas de softwares livres. Mas o fato é que o Linux já é o padrão de fato para dispositivos móveis, em grande parte graças à popularização do Android (uma distribuição Linux) e ao seu uso em eletrônica embarcada. Muitos dispositivos para a internet das coisas já vem com Linux instalado e interpretadores da linguagem de programação LUA, desenvolvida aqui no Brasil pelo pessoal da PUC do Rio de Janeiro.

Cleomar Schmitzhaus: Em termos de mercado de trabalho, isso significa que irão aumentar as oportunidades para quem conhece software livre?

Cesar Brod: Elas já estão aumentando, mais do que o número de profissionais existentes. Por isso é preciso começar a capacitar mais pessoas e rapidamente. Nos últimos anos o desenvolvimento para dispositivos móveis e computação em nuvem gerou muita demanda por profissionais. Daqui para a frente, o desenvolvimento de aplicações para a internet das coisas, sistemas inteligentes de transporte e o tratamento do absurdo volume de dados gerados por isso tudo fará com que essa demanda aumente ainda mais. Por isso o mote do LPI hoje: "O Futuro está contratando". E voltando à tua primeira pergunta, grupos de usuários como o Tchelinux são extremamente importantes nas suas ações de difusão de informações e sua proximidade com instituições de ensino, incentivando-as a usar softwares livres e capacitar seus alunos nessas plataformas. Por isso também o LPI apoia o Tchelinux Lajeado e espera, na medida em que ganha fôlego, apoiar os eventos e ações do Tchelinux em todo o estado.

Cleomar Schmitzhaus: Este ano o LPI oferece provas de certificação no Tchelinux Lajeado, tu podes falar um pouco mais sobre isso?

Cesar Brod: Em eventos especiais o LPI busca oferecer provas a preços especiais, como forma de apoio ao evento mas também para mostrar que o profissional que é capaz de economizar pouco menos de um real por dia, estará investindo em sua carreira em software livre, uma prova por ano. Assim, por exemplo, quem trabalha com Linux (ou quer trabalhar) em Lajeado e região, sabe que poderá contar com as provas em todas as edições do Tchelinux e se preparar para isso.

A certificação mais básica é a Linux Essentials, composta de uma prova que exige um conhecimento da filosofia do software livre, distribuições Linux e aplicativos principais. O candidato também deve saber usar o terminal para obter informações sobre o sistema, sua conexão com a internet e escrever pequenos scripts em shell. Essa foi uma certificação exigida pela indústria, que deseja contratar profissionais com conhecimentos básicos e permitir que eles cresçam dentro das próprias empresas que os contrataram.

No Tchelinux, antes das provas (que acontecerão no período da tarde) ministrarei, pela manhã, uma revisão rápida do conteúdo da certificação Linux Essentials, aberta a todos os interessados. Para os que não farão a prova dessa vez, essa revisão servirá como uma introdução rápida ao Linux e ao poder da sua linha de comando.

Em seguida, vem as certificações LPIC-1 e LPIC-2, cada uma delas compostas de duas provas. A LPIC-1 é voltada para o administrador de sistemas Linux e a LPIC-2 voltada para o administrador de redes. A LPIC-1 não possue prerrequisitos, mas a LPIC-2, por ser complementar à primeira, exige que o candidato tenha passado nas duas provas da LPIC-1.

Os exames LPIC-3 exigem que o candidato tenha uma certificação LPIC-2 válida. Elas correspondem a especializações e cada uma das provas já dá o "selo" LPIC-3 ao candidato. Elas são as seguintes:

LPIC-3 300: abrange a administração de sistemas Linux em toda a empresa em um ambiente com múltiplos sistemas operacionais que devem interoperar;

LPIC-3 303: abrange a administração de sistemas Linux em toda a empresa, com ênfase na segurança.

O LPIC-3 304: abrange a administração de sistemas Linux em toda a empresa, com ênfase na virtualização e alta disponibilidade.

Em breve estaremos lançando uma nova certificação, a de ferramentas livres para DevOps, o profissional que trabalha tanto com desenvolvimento quanto com a administração de sistemas, o que é o caso bem típico em equipes que trabalham com métodos ágeis de desenvolvimento.

Cleomar Schmitzhaus: Faltou falar o valor das provas…

Cesar Brod: Sim! R$ 200 para a prova Linux Essentials e R$ 350 para todas as demais. O valor deve ser pago em dinheiro ou cheque, no dia da prova, diretamente para o proctor do LPI (que serei eu mesmo). O link do formulário da inscrição será colocado nessa entrevista, certo?

Cleomar Schmitzhaus: Será sim! Já está no começo dela e aqui! Muito obrigado pela entrevista! Te aguardamos no Tchelinux Lajeado!

Cesar Brod: Estarei lá! Estou em viagem por Salgueiro e Petrolina, em Pernambuco, depois vou para Foz do Iguaçu, onde estou trabalhando em um projeto de transformação ágil na Itaipu Binacional. Em seguida parto para Ubatuba, litoral norte de São Paulo, onde participo do piloto do Projeto Cauã e de lá retorno, especialmente para participar do Tchelinux Lajeado!

Enviado por Cleomar Schmitzhaus (cleomar·schmitzhausΘgmail·com)

Compartilhe: [Twitter] [Facebook] [Comentar]

Troca de licença da GCC no OpenBSD - paródia e crítica

Tags: apache, desenvolvedores, comunidade

A alguns dias atrás o pessoal do OpenSSL resolveu alterar a sua licença. Basicamente, os desenvolvedores querem mudar da arcaica licença da OpenSSL para a Apache Software License v2(ASLv2), em uma manobra não muito aplaudida por comunidades menores do software aberto. A OpenSSL Foundation contactou todos os que já fizeram algum tipo de contribuição para solicitar a alteração de licença, e basicamente "a falta de resposta significa consentimento" para a alteração. Isto abre uma brecha jurídica imensa para relicenciamento de software desenvolvido pela comunidade em licenças que forçam isto como a GPL.

Sob a máscara de facilidade em contribuições, troca de patches em softwares de licenças compatíveis, e melhorias que a ASLv2 pode dar para a comunidade, os maiores interessados(desenvolvedores) esquecem de analisar a manobra de troca de licença e o impacto jurídico que ela pode causar em situações futuras. Esta licença também dificultará a importação de código(vulgo "cross-pollination") entre tecnologias SSL em geral como a LibreSSL, mantida pelo pessoal do OpenBSD. Maiores detalhes sobre como anda o relicenciamento aqui.

Theo De Raadt foi contactado para responder se concorda com a alteração de licença, e aproveitou o gancho para fazer uma paródia (talvez verdade?) com a situação (link de referência), onde quem foi contactado e não recebeu o email por algum motivo "se deu mal", e que a falta de consenso significa aceitar a troca de licença da GCC que está na base do OpenBSD. Em tradução livre:

— Estou enviando o email para tech@openbsd.org (ou seja, para a grande comunidade que pode não mais responder por este email) para perguntar se está OK que seja alterada a licença da versão 4.2.1 da gcc em nossa árvore de códigos-fonte de GPL para a licença ISC.

Esta melhoria de licença irá remover os últimos bits de ambiguidade relacionados ao acesso a tecnologia do compilador C num mundo onde a clang/llvm possui uma licença permissiva. Todo mundo merece acesso a tecnologia C sem restrição, especialmente quando a ferrugem se aproxima.

Para efetuar esta alteração, iremos seguir o modelo de relicenciamento proposto recentemente pelo OpenSSL, que foi assinado por seus advogados na SFLC. Este processo foi assinado pela Linux Foundation, Intel e outros. Sendo assim, pergunto aos autores que respondam a este email caso tenham objeções.

Devemos atenção especial ao autor original como o ponto inicial de todos os trabalhos futuros considerados "derivados", que também são autores. Ele é Eric Young da gcc, e respeitamos sua opinião. Caso ele não leia esta mensagem, nos avise; se ele estiver preocupado com estas questões irá responder. Richard mandou ver na SFLC quando yacc foi transformado em bison.

A OpenSSL e SFLC estão sugerindo que falta de consentimento em uma ação indica consentimento nesta mesma ação. De acordo com isto: Se não ouvirmos de vocês, assumiremos zero objeções.

Daremos aviso de uma semana para a comunidade considerar este email, e então, continuaremos com este procedimento inócuo.

ps. Caso o bcc deste email retornar, que pena.

Enviado por Nícolas Wildner (nicolasgauchoΘgmail·com)

Compartilhe: [Twitter] [Facebook] [Comentar]

Unicode em domínios: Vulnerabilidade no Google Chrome e Firefox expõe a um tipo de Phishing muito difícil de ser detectado

Tags:

"Do ponto de vista da segurança, domínios IDNs podem ser problemáticos porque muitos caracteres Unicode são difíceis de distinguir dos caracteres ASCII comuns. Por isso, no exemplo anterior, é possível registrar domínios como “xn--pple-43d.com”, que é equivalente a “аpple.com”. Pode não ser óbvio à primeira vista, mas “аpple.com” usa o cirílico “а” (U + 0430) ao invés do ASCII “a” (U + 0041). Isso é conhecido como “ataques de homógrafos”."

Um pesquisador chinês de infosec descobriu, recentemente, um novo ataque do tipo “phishing” sendo um dos mais difíceis de detectar. Ele pode ser usado para enganar até mesmo os usuários mais cuidadosos na Internet. Ele alertou que os hackers podem usar uma vulnerabilidade conhecida nos navegadores Chrome e Firefox para exibir seus falsos nomes de domínio como sites de serviços legítimos, como Apple, Google ou Amazon para roubar credenciais de login ou financeiras e outras informações confidenciais de usuários.

Esse tipo de ataque é conhecido desde 2001, mas os navegadores lutam para evitar todas as formas para usá-lo. É um tipo de ataque spoofing onde um endereço de site parece legítimo, mas não é… Em resumo, um caractere ou conjunto de caracteres são substituídos, intencionalmente, por caracteres especiais do tipo Unicode.

Enviado por RICARDO FERREIRA COSTA (linuxdescomplicadoΘgmail·com)

Compartilhe: [Twitter] [Facebook] [Comentar]

5 acontecimentos importantes depois do anúncio da Canonical sobre o Unity e Ubuntu Phone

Tags: distribuicoes, ditador-benevolente, servidor, comunidade

Renovo meus votos de pronto reestabelecimento em novos e interessantes caminhos aos amigos que trabalhavan para a Canonical e foram diretamente atingidos pelo reposicionamento da empresa.

Recentemente, a Canonical, através do próprio Mark Shuttleworth (fundador do Ubuntu e da Canonical), anunciou o encerramento do desenvolvimento do ambiente de desktop Unity 8 e retornando ao desktop GNOME na versão Ubuntu 18.04. Além disso, encerrou o projeto do Ubuntu Phone. Consequentemente, outros desenvolvimentos atrelados a eles poderão acabar; por exemplo o próprio servidor gráfico Mir do Ubuntu – alternativa ao XOrg e ao Wayland.

Esta notícia mexeu com todos da comunidade Linux e ainda pode-se sentir seus efeitos depois do anúncio oficial. Assim, alguns desenvolvimentos, depois que a Canonical anunciou o fim do seu “plano de convergência”, mudaram. Então, veja 5 acontecimentos importantes depois do anúncio da Canonical sobre o Unity e Ubuntu Phone.

Enviado por RICARDO FERREIRA COSTA (linuxdescomplicadoΘgmail·com)

Compartilhe: [Twitter] [Facebook] [Comentar]

Top 10 Ferramentas Hacking Wifi no Kali Linux

Tags:

Com este Top 10 iremos falar sobre um assunto muito popular: hackear redes sem fio e como prevenir de ser hackeado. A conexão WiFi é muitas vezes um lado vulnerável da rede quando se trata de pirataria, isso se deve por que redes WiFi podem ser encontradas em todo lugar e por qualquer pessoa. Muitos roteadores podem conter vulnerabilidades que podem ser facilmente exploradas com o equipamentos e softwares corretos, tais como as ferramentas incluídas no Kali Linux.

Enviado por Diego Barbosa (diego·barbosaΘlinuxmail·com)

Compartilhe: [Twitter] [Facebook] [Comentar]

Artigo LPIC-1 - Tópico 101.1 - Configuração de Hardware - Prova 4.0

Tags: certificacao

Além dos vídeos diários (Café com LPI) lançados pelo site Certificações NET.BR; agora o site esta se propondo a lançar arquivos periódicos sobre o exame 101 - prova 4.0. O primeiro artigo é sobre o tópico 101.1 - Configuração de Hardware. http://certificacoes.net.br/pacoteanual/2017/04/14/lpic-1-exame-101-topico-101-1-configuracao-de-hardware/

Para ver o artigo completo; será necessário um pequeno cadastro de membro premium (gratuito).

Enviado por kheren Ramos (kramosΘcertificacoes·net·br)

Compartilhe: [Twitter] [Facebook] [Comentar]

O comando 'fold'

Tags: instalar

O comando fold é um daqueles programas desconhecidos que sempre são instalados, que acabamos descobrindo por acaso e que depois ficamos nos perguntando como conseguíamos viver sem. Basicamente ele serve para quebrar as linhas de um arquivo texto e fazê-lo "caber" corretamente na largura da sua tela, impressora ou mesmo (...)

Enviado por Giovanni Nunes (giovanni·nunesΘgmail·com)

Compartilhe: [Twitter] [Facebook] [Comentar]

Hangout Online e Gratuito Escola Linux - Conheça a certificação LPIC 1, quarta (19/4/17) às 20h

Tags: patrocinador, evento, certificacao

Hangout Online e Gratuito Escola Linux - Conheça a certificação LPIC 1

Link de inscrição: https://app.webinarjam.net/register/37942/642452e51d

Enviado por Paulo Oliveira (treinamentoΘlinuxsolutions·com·br)

Compartilhe: [Twitter] [Facebook] [Comentar]