Visite também: UnderLinux ·  Dicas-L ·  SoftwareLivre.org ·  [mais] ·  Currículo ·  Efetividade ·  makerNews ·  Arduino

Desenvolvedora do libreboot pede desculpas a devs da FSF, projeto se reestrutura e busca suportar Thinkpad X220

Leah Rowe publicou um pedido de desculpas com 12 parágrafos, reconhecendo que foi errado o que fez em setembro (na época narramos em “Libreboot não faz mais parte do GNU, mantenedora afirma estar reagindo a discriminação”), dizendo que quer esquecer e seguir em frente, e desejando que "a FSF, o projeto GNU e outros que ela feriu" consigam fazer o mesmo. A nota inclui vários pedidos de desculpas específicos, inclusive citando nominalmente 2 integrantes da FSF com quem ela foi especialmente agressiva em publicações anteriores no site do Libreboot.

A página em que está publicada a nota tem algo que me parece especialmente importante: um prólogo escrito por outra integrante do Libreboot, dizendo que agora Leah não é mais a única com acesso aos recursos do projeto, e que o caos em que o projeto esteve desde o dia em que Leah (que passava por dificuldades pessoais, inclusive com abuso de substâncias) deu início aos atos pelos quais agora pede desculpas precisa ter fim, e as medidas tomadas corrigem as causas.

Quanto ao relacionamento com o GNU, a nota é inconclusiva quanto a terem ou não sido verdadeiras as acusações feitas por Leah, mas que neste ponto isso não importa. Embora não haja expectativa de que o Libreboot vá voltar a ser parte do GNU, seus desenvolvedores não querem a continuidade da divisão que foi criada pela disputa.

Além disso, eles pretendem trabalhar em conjunto com o projeto librecore, estão trabalhando em um port para o Thinkpad X220 e em suportar uma série de Chromebooks com chips ARM.

(via libreboot.org - “Libreboot – Open Letter to the Free Software Community”)

Comentar

 
comments powered by Disqus

Comentários arquivados