Visite também: UnderLinux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L ·  NoticiasLinux ·  SoftwareLivre.org ·  [mais] ·  Currículo ·  Efetividade

openSUSE Tumbleweed: a nova distro rolling release que traz a versão Factory com o repositório Tumbleweed

Tags:

Enviado por Edivaldo Brito (edivaldobezerraΘgmail·com):

“Richard Brown do openSUSE anunciou recentemente o nascimento do novo openSUSE Tumbleweed, um rolling release que vai mesclar a atual versão Factory com o repositório Tumbleweed, que inclui, no entanto, apenas as versões estáveis ​​e não em desenvolvimento, de modo a garantir uma maior estabilidade do sistema.” [referência: edivaldobrito.com.br]
Compartilhe: [Twitter] [Facebook] [Comentar]

E-book: Guia do usuário Trisquel GNU/Linux

Tags: instalar, video

Enviado por Juliano Ramos (julianoΘtux4·com·br):

“Olá caros leitores do Br-linux. Escrevi um pequeno e-book para quem deseja conhecer e utilizar a distribuição Gnu/Linux Trisquel, que segue a filosofia da FSF e GNU, sendo 100% livre.

O E-book Aborda: - Definições sobre GNU e Software livre - Distribuições de GNU/Linux - O que é o Trisquel Linux? - Gravar imagem do Trisquel no Windows e Mac Os X - Trisquel pelo Pendrive - Tutorial de instalação do Trisquel - Instalando, atualizando e removendo softwares - Fontes de aplicativos - Gerenciando atualizações - Instalação pela linha de comando - Usando o Youtube pelo Trisquel - Navegador Icecat - Usando o ICECAT + Linternamagica - Virtualizaçao – Virtualbox e KVM - Dicas rápidas” [referência: gnu.tux4.com.br]

Compartilhe: [Twitter] [Facebook] [Comentar]

Controle de dependência em PHP, ditando o ritmo da música com composer

Tags: desenvolvedores

Enviado por Jonathan André Schweder (jonathanschwederΘgmail·com):

“Um artigo mostrado algumas funcionalidade do composer um dos programas de controle de dependência mais usados para PHP” [referência: blog.butecopensource.com]
Compartilhe: [Twitter] [Facebook] [Comentar]

Como reproduzir vídeo H.265 no Ubuntu

Tags: instalar, distribuicoes

Enviado por Edivaldo Brito (edivaldobezerraΘgmail·com):

“Por razões de licenciamento, o Ubuntu é lançado com suporte para reprodução de arquivos multimídia apenas para formatos livres. Por causa disso, quem quiser reproduzir o formato High Efficiency Video Coding (HEVC ou H.265), precisa instalar a biblioteca de código aberto libde265, que adiciona no Linux a capacidade de reproduzir arquivos H.265.” [referência: edivaldobrito.com.br]
Compartilhe: [Twitter] [Facebook] [Comentar]

Acesso remoto via RDP no Raspberry Pi

Tags: instalar, pos-pc

Enviado por Angelito M. Goulart (angelitomgoulartΘgmail·com):

“Uma alternativa para acessar a interface gráfica do Raspberry Pi remotamente é utilizar o protocolo RDP. O protocolo RDP é muito utilizado para o acesso remoto de máquinas Windows, mas pode ser perfeitamente instalado em sistemas unix-like, através do xrdp.” [referência: angelitomg.com]
Compartilhe: [Twitter] [Facebook] [Comentar]

ShapeBlue disponibiliza acesso público ao seu repositório de pacotes CloudStack

Tags: apache, comunidade

Enviado por Marco Sinhoreli (marco·sinhoreliΘshapeblue·com):

“A ShapeBlue disponibiliza, a partir de hoje, o acesso público aos repositórios de pacotes e templates de SystemVMs do CloudStack. Tentamos com esse trabalho contribuir publicamente com o projeto CloudStack, distribuindo nossas correções do product patching service na sua totalidade e excluindo o que é solicitado pelo cliente para que seja mantido como privado. Após o processo de codificação e testes internos, nossa equipe de engenharia de software testa em uma infraestrutura de testes similar a de nossos clientes antes de entregar o patch finalizado e aprovado.

Estamos, dessa maneira, entregando a todo ecossistema o acesso a nossos patches de produto CloudStack junto aos nossos clientes suportados comercialmente. Não é possível, neste caso, oferecer suporte técnico ou qualquer assistência sobre os patches, a menos que a empresa possua um Contrato do tipo product patching service firmado com a ShapeBlue.

Nosso compromisso com o CloudStack

O projeto Apache CloudStack entrega uma nova versão do CloudStack a cada 4 ou 6 meses. Desde que foi aceito pelo Apache Incubator, o projeto já lançou 11 versões, incluindo a 4.4.1 o lançamento mais recente [obs.: incluiria o link daquela texto traduzido sobre a nova versão aqui]. Após a nova versão oficial do Apache CloudStack ser liberada, apenas alguns indivíduos da comunidade trabalham para tornar o CloudStack empacotado em repositórios APT ou YUM publicamente. Isso se dá pelo fato da Apache Software Foundation distribuir somente o código fonte do projeto. Mas, nestes casos, os repositórios de pacotes podem não hospedar versões anteriores do CloudStack e templates de SystemVM e, por vezes, as informações sobre o uso destes repositórios podem não estar claras; por exemplo, questões como qual tag git ou SHA foi utilizada para construir esses repositórios ou se todos os patches adicionais ou modificações foram aplicadas na construção do CloudStack, ou ainda se se trata de uma construção ”oss" ou "noredist".

Uma vez que temos o product patch testado e empacotado, decidimos abrir nosso repositório publicamente para todos. Disponibilizamos os pacotes e templates de SystemVM para todas as versões CloudStack desde a versão 4.2.0. Todos os pacotes são noredist - como costumamos chamar os pacotes que contém a versão completa do CloudStack. Estes pacotes suportam VMWare Hypervisor, Storage NetApp, Juniper SRX, Netscaler, F5 etc. Para mais informações sobre como usar o repositório de pacotes ShapeBlue, acesse: [shapeblue.com/…]

O repositório de pacotes é assinado e enviado sob a licença Apache 2.0 pela ShapeBlue e a infraestrutura é gentilmente cedida pela BT Compute Cloud.” [referência: shapeblue.com]

Compartilhe: [Twitter] [Facebook] [Comentar]

[Opinião] Relembrando a ética do software livre

Tags: distribuicoes, desenvolvedores

Enviado por André Machado (andreferreiramachadoΘgmail·com):

“Há alguns meses, fui muito criticado por escrever um artigo no qual afirmava que uma popular distribuição era a inimiga número um do software livre em nosso país. Dentre as principais razões, citei o fato de a mesma oferecer serviços e programas proprietários.

Os usuários daquela distribuição argumentaram que meu ponto de vista estava incorreto pelo fato de ser impossível viver sem os programas fechados e que, para fazer isso, deveríamos retornar à linha de comandos, uma visão equivocada, e evocaram para si o direito à liberdade de escolher o que quiser usar.

Agora, uma captura de tela de um fórum sobre uma linguagem de programação proprietária ilustra perfeitamente tudo aquilo que eu quis dizer, mas que não soube expressar. No tópico, o programador pede ajuda aos amigos foristas para que o programa que ele está desenvolvendo fique artificialmente lento após alguns meses, a fim de que o cliente pague a mais para que seja realizada uma "manutenção".

Embora uma atitude como essa possa chocar o leitor à primeira vista, ela é quase uma brincadeira infantil perto do que grandes empresas de software proprietário são capazes de fazer para manter sua clientela. Sempre ficamos com o ônus da dúvida, pois como o código do programa é fechado, não temos, a princípio, como comprovar a existência de tal comportamento antiético, malicioso e ilegal.

Felizmente, o software livre não sofre desse mal, pois como o código-fonte está disponível a todos, qualquer um pode auditá-lo e uma artimanha dessas certamente não permaneceria oculta por muito tempo.

Desta forma, reafirma-se que só o software livre é ético e, portanto, devemos preferi-lo a qualquer outra solução fechada, por mais vantajosa que seja.” [referência: vidadeprogramador.com.br]

Compartilhe: [Twitter] [Facebook] [Comentar]

Workshop GRATUITO CentOS On Line - 04/11/2014

Tags: patrocinador, evento

Enviado por Bruna Goulart (treinamentoΘlinuxsolutions·com·br):

“Dia: 04/11/2014 - Horário: 19h. Para participar, basta seguir os seguintes passos:
1) Envie-nos um e-mail para workshop@linuxsolutions.com.br, com o nome completo do participante;
2) Aguarde até o dia 04/11/2014, às 16h, pois seu login e senha serão enviados neste mesmo dia, para o e-mail cadastrado.

OBS.: O cadastro para participação neste workshop gratuito será recebido até o dia 03/11/2014, às 18h. Após este horário não garantimos o recebimento do convite.” [referência: ]

Compartilhe: [Twitter] [Facebook] [Comentar]

Palestra SINDPD-RJ: PABX com Asterisk

Tags:

Enviado por Eliane Domingos de Sousa (contatoΘciclodepalestra·com·br):

“Segunda-feira, 24 de novembro de 2014 é dia de Ciclo de Palestras no SINDPD-RJ. Bruno Odon Apresenta: PABX com Asterisk - ENTRADA FRANCA - Inscrições: [ciclodepalestra.com.br/…]” [referência: ciclodepalestra.com.br]
Compartilhe: [Twitter] [Facebook] [Comentar]

Palestra SINDPD-RJ: Conceito de Design e como o Software livre ajuda a concretizá-lo

Tags:

Enviado por Eliane Domingos de Sousa (contatoΘciclodepalestra·com·br):

“Segunda-feira, 10 de novembro de 2014 às 19 horas é dia de Ciclo de Palestras no SINDPD-RJ. Carlos Eduardo Mattos da Cruz (Cadunico) apresenta: Conceito de Design e como o Software livre ajuda a concretizá-lo. ENTRADA FRANCA - Inscrições: [ciclodepalestra.com.br/…]” [referência: ciclodepalestra.com.br]
Compartilhe: [Twitter] [Facebook] [Comentar]

Dead Island para Linux: hora de instalar a Steam

Tags: jogo

O jogo Dead Island (2011) é violento, meio repetitivo, divertido, e eu gosto: completei várias vezes no PS3, e a disponibilidade dele me fez instalar pela primeira vez a Steam, para jogar mais vezes.

A história é mais do mesmo: uma ilha turística é tomada por uma epidemia zumbi, você é um dos poucos sobreviventes, e tem que cumprir uma série de missões para conseguir escapar de lá e ajudar outras pessoas. Mas o jogo é open world, as ideias são bem executadas e, de modo geral, a história faz sentido – dentro de um paradigma em que epidemias zumbis sejam plausíveis, claro. (via www.phoronix.com - “[Phoronix] Dead Island GOTY Now Available On Linux/SteamOS”)

Compartilhe: [Twitter] [Facebook] [Comentar]

Mozilla quer que Firefox OS esteja no nível do Raspbian no Raspberry Pi

Tags:

A Mozilla apresentou um port do Firefox OS rodando no Raspberry Pi, e expôs planos ambiciosos quanto ao seu posicionamento nessa plataforma: estar em paridade com o Raspbian como um ambiente para os hobbystas (inclusive em interação com sensores e dispositivos), ser competitivo com outros sistemas disponíveis para configurar o Pi como media player, e mais. Boa sorte! (via ostatic.com - “Mozilla Positions Firefox OS as a Competitor to Raspbian for Raspberry Pi”)

Compartilhe: [Twitter] [Facebook] [Comentar]

Como instalar o Minecraft no Linux

Tags: instalar, jogos, desenvolvedores

Enviado por Edivaldo Brito (edivaldobezerraΘgmail·com):

“Instalar o Minecraft no Linux já foi complicado e atualmente está bem mais simples, por isso, se você está procurando uma maneira fácil de instalar o Minecraft no Linux, tudo o que você precisa fazer é instalar o Java, baixar e executar um arquivo executável .jar a partir do site oficial do jogo.” [referência: edivaldobrito.com.br]
Compartilhe: [Twitter] [Facebook] [Comentar]

Opencast 39 – Netflix e Android Pirulito

Tags: distribuicoes, pos-pc

Enviado por Ivan Brasil Fuzzer (opencastΘtecnologiaaberta·com·br):

“Olá galera, o Opencast está de volta mais uma vez e agora temos algumas novidades. Se tudo der certo, e é o que parece porque estou postando este episódio, o Opencast passará a ser semanal mas com o tempo reduzido.

Neste tempo que ficamos em um hiato, eu(Ivan) não fiquei parado e dei uma estudada na edição e consegui acelerar bastante o processo.

Vamos logo ao episódio. Neste episódio Ivan, Diego e Og Maciel falamos um pouco sobre o Netflix e sua chegada ao Linux de vez, mesmo nos obrigando a utilizar o Google Chrome, mais uma cidade Alemã que migrou para Linux, Ubuntu 14.10, aniversário de 10 anos do Ubuntu, Android Pirulito e outra cositas mais.

Lembramos a todos que este é o último episódio do Opencast a ser publicado no ubuntero.com.br e tecnologiaaberta.com.br. Os próximos episódios serão publicados exclusivamente no tecnologiaaberta.com.br. Quem assinou o feed pelo link do iTunes, não precisa fazer nada, eu consegui o impossível e mudei o domínio do feed sem mudar o feed do iTunes.” [referência: tecnologiaaberta.com.br]

Compartilhe: [Twitter] [Facebook] [Comentar]

Novatec lança livro que ensina a criar aplicações web completas para tarefas específicas no WordPress

Tags: pos-pc, desenvolvedores, banco-de-dados

Enviado por Stephanie Milate (smilateΘnovatec·com·br):

“Se você é desenvolvedor e ainda duvida de que o WordPress é muito mais do que uma plataforma para blogueiros, o livro Criando Aplicações Web com WordPress, da Novatec Editora, vai transformar seus conceitos.

O WordPress é um framework maduro, capaz de realizar muitas tarefas. Ele foi implementado com base nas tecnologias PHP, JavaScript e MySQL, portanto, tudo o que você pode criar usando PHP e MySQL pode ser facilmente encaixado em sua aplicação WordPress.

É este o ponto de partida dos autores Brian Messenlehner e Jason Coleman no livro Criando Aplicações Web com WordPress: mostrar que a plataforma pode ser usada para criar qualquer tipo de aplicação web, não apenas sites de conteúdo. O leitor aprenderá a usar plug-ins e temas WordPress para desenvolver aplicações web, aplicativos móveis nativos, web services e até mesmo uma rede com vários sites WordPress.

O livro ensina também a utilizar temas para implementar visões e plugins para funcionalidades do backend, criar seus próprios plugins, administrar contas de usuários e suas funções, implementar comportamentos assíncronos em sua aplicação usando a jQuery, desenvolver aplicações nativas para o iOS e o Android usando wrappers, incorporar bibliotecas PHP, receber pagamentos por meio de plugins para e-commerce, utilizar técnicas para agilizar e escalar sua aplicação WordPress e muito mais.” [referência: novatec.com.br]

Compartilhe: [Twitter] [Facebook] [Comentar]