Visite também: UnderLinux ·  Dicas-L ·  SoftwareLivre.org ·  [mais] ·  Currículo ·  Efetividade ·  makerNews ·  Arduino

Microsoft na Linux Foundation, mas continua captando receitas de patentes do Linux no Android

Novo membro platinum da Linux Foundation recebe alguns dólares a cada aparelho com Android produzido pelos maiores fabricantes, a título de licenciamento de patentes dela que estariam presentes no kernel Linux.

A entrada da Microsoft na Linux Foundation é certamente um sinal de novos tempos, mas este artigo de Simon Phipps levanta um aspecto importante: a MS agora é membro Platinum da Linux Foundation, mas continua a receber um valor, acordado em pactos com cada fabricante, referente a licenciamento de patentes dela que ela afirma estarem presentes no kernel Linux em produtos com Android, Chrome OS e, em certos casos, até servidores e outros dispositivos rodando Linux.

Não existe uma lista oficialmente divulgada dessas patentes que a Microsoft diz serem usadas pelo kernel Linux, mas eu já publiquei no Techtudo uma lista das patentes que se tornaram conhecidas via autos de processos judiciais que foram publicados. Várias são relacionadas à camada de aplicação, mas algumas são especificamente aspectos do kernel, como a organização de sistemas de arquivos, gerenciamento de armazenamento, drivers de interface de comunicação.

O valor de cada pacto nem sempre chega ao conhecimento do público, e as estimativas variam enormemente (algumas delas podem ser consultadas no artigo do Phipps), mas todas estão na casa dos bilhões de dólares anuais.

Aparentemente a Linux Foundation não vê nenhum conflito de interesse nisso.

(via meshedinsights.com - “Microsoft & Linux & Patents & Tweets | Meshed Insights Ltd”)

Comentar

 
comments powered by Disqus

Comentários arquivados