Visite também: UnderLinux ·  Dicas-L ·  SoftwareLivre.org ·  [mais] ·  Currículo ·  Efetividade ·  makerNews ·  Arduino

Emuladores: MAME agora é software livre e open source

Após mais de 15 anos sob uma licenção não-livre e não open source, o projeto MAME agora está disponível sob a GPLv2 (ou superiores), e boa parte dos seus códigos também está disponível sob uma licença BSD.

Os mantenedores do MAME, software que desde meados dos anos 1990 me oferece possibilidades de revisitar os jogos clássicos dos fliperamas, passaram 10 meses entrando em contato com os autores de todos os trechos de código que estavam disponíveis apenas sob a licença anterior do projeto, para obter deles a necessária autorização para o relicenciamento.

A licença anterior do MAME é uma curiosidade, por ser um exemplo de licenciamento que oferecia acesso ao código-fonte e permitia a redistribuição (modificada ou não) desde que o código da versão distribuída estivesse integralmente disponível e mantendo os mesmos termos de licenciamento do original, mas mesmo assim não se encaixava nem na definição de software livre, nem na de open source, porque incluía uma restrição de finalidade à redistribuição: antes desse relicenciamento, o MAME não podia ser distribuído para fins comerciais, o que viola a cláusula 6 da Open Source Definition e a liberdade 2 da definição de software livre da FSF.

Para comemorar, até vou atualizar a versão do MAME no meu fliperama doméstico. (via blog.adafruit.com - “MAME Multiple Arcade Machine Emulator is now open source « Adafruit Industries – Makers, hackers, artists, designers and engineers!”)

Comentar

 
comments powered by Disqus

Comentários arquivados