Visite também: UnderLinux ·  Dicas-L ·  SoftwareLivre.org ·  [mais] ·  Currículo ·  Efetividade ·  makerNews ·  Arduino

Brave: Cofundador da Mozilla lança navegador focado em privacidade e rapidez

Brendan Eich, co-fundador e ex-CEO da Mozilla, agora é o CEO da empresa que está lançando o Brave, um navegador com um modelo de negócios otimista: oferecer a seus usuários uma experiência mais rápida e fluida, em que os anúncios e trackers colocados pelos sites visitados são removidos, exceto para os sites em que o usuário explicitamente registrar em um menu o desejo de continuar a ver os anúncios.

Boa sorte para ele. A verdadeira surpresa, para mim, foi ver que o navegador em questão é baseado no Chromium, e não no código do Mozilla.

Via idgnow.com.br:

Criado pelo cofundador da Mozilla, Brendan Eich, o novo navegador Brave lançou nesta semana a sua primeira versão para desktop e aparelhos móveis, incluindo iOS, Android, Mac OS X e Windows.

Com foco em privacidade e velocidade, o Brave redireciona os sites para HTTPS e também traz recursos de adblocking, mas de uma maneira diferente. Em vez de simplesmente apagar todos os anúncios da página, o browser foca em apagar a publicidade que considera invasiva.

Desta forma, os anúncios programáticos que usam o histórico de buscas dos usuários para direcionar os conteúdos serão substituídos por publicidade que o Brave acredita ser mais interessante para o internauta – vale notar que esses anúncios substitutos vem de um catálogo da própria companhia.

“Por padrão, o Brave vai inserir anúncios apenas em alguns espaços de tamanho padrão. Encontramos esses espaços por meio de um robô na nuvem”, afirma a empresa.

No momento, o Brave só está disponível em repositório do Github, o que pode não ser a maneira mais adequada de baixar o navegador para todos os usuários, já possui alguns bugs e o processo exige algum conhecimento sobre o assunto. Quem preferir esperar por uma versão mais estável do browser, pode se inscrever no site da empresa para receber uma notificação sobre o lançamento da versão beta.

Comentar

 
comments powered by Disqus

Comentários arquivados