Visite também: UnderLinux ·  Dicas-L ·  SoftwareLivre.org ·  [mais] ·  Currículo ·  Efetividade ·  makerNews ·  Arduino

Abolição da pirataria aumentaria em até 65% a participação do Linux no desktop, segundo estudo norueguês

O Departamento de Economia da universidade de Oslo publicou um estudo de Arne Rogde Gramstad que busca correlacionar dados da Net Applications, da BSA, do FMI e do Fórum Econômico Mundial para identificar qual a relação entre a intensidade da pirataria de software em um país e a participação do Linux nos desktops dos usuários desse mesmo país.

O estudo é bastante comedido ao propor uma relação em que o aumento de 1% da taxa de pirataria corresponde a uma redução da participação do Linux de 0,5 a 0,65%. Mas o autor aproveita e comenta sobre a extrapolação (que ele posteriormente qualifica e reduz) em que a pirataria venha a ser abolida em um determinado país – ou seja, redução de 100%, na qual o número de usuários de Linux nesse mesmo país aumentaria em até 65%.

Vale destacar: aumentar em 65% uma participação inicial de 1% equivale a alcançar uma participação de 1,65%, e não de 65%. (via news.softpedia.com - “Study: Linux Desktop Should Have About 40% in a World Without Windows Piracy”)

Comentar

 
comments powered by Disqus

Comentários arquivados