Visite também: UnderLinux ·  Dicas-L ·  SoftwareLivre.org ·  [mais] ·  Currículo ·  Efetividade ·  makerNews ·  Arduino

Cisco abre código do codec H.264 e se propõe a pagar os royalties para nosso uso dele na web

A Guerra dos Codecs na Web está em andamento já há alguns anos, com participação de quase todas as entidades com interesses na área: FSF, Mozilla, Google, MPEG LA e mais.

A Mozilla, que no passado já rejeitou enfaticamente o padrão proprietário H.264 mas em agosto do ano passado concretizou sua meia-volta e aceitou inclui-lo em seus produtos em nome da competitividade no mundo mobile, agora tem uma razão mais palatável para aceitá-lo: A Cisco vai lançar uma versão open source do H.264.

Não apenas open source: a Cisco vai se encarregar de pagar os royalties junto à MPEG LA, vai disponibilizar o código-fonte sob uma licença verdadeiramente livre, e vai oferecer gratuitamente binários compilados a partir desses fontes, para que o Firefox possa instalar automaticamente no momento em que seus usuários necessitarem do codec, conforme a Mozilla já confirmou.

A Cisco não está fazendo isso por ser boazinha: os negócios dela vão se beneficiar bastante de ter todo mundo usando um mesmo Codec para transmitir vídeos na web, evitando assim a custosa tarefa de transcodificação.

Mas o sucesso dela nisso depende ainda de no começo de novembro os representantes da indústria concluírem, na reunião marcada para essa escolha, que o H.264 será o padrão de codec a ser usado no WebRTC.

A conferir, porque há interesses gigantescos envolvidos que podem fazer com que a escolha seja bem menos do que óbvia. (via ostatic.com - “Cisco Unlocks H.264 Codec, Opens Doors for Mozilla and Others”)

Comentar

 
comments powered by Disqus

Comentários arquivados