br-linux

Artigos br-linux.org
Artigos sobre Linux em bom português, originais e com qualidade

Manual em português para o BitTorrent
Publicado em 18 de julho de 2004

O Marcelo Vivan Borro (marcelovborro@ig.com.br) anuncia: "Fiz uma pesquisa na web sobre documentação do bittorrent para uso próprio (devido à documentação que acompanha o mesmo ser quase inexistente). O que tenho encontrado em listas de discussão são apenas "receitas de bolo" ou instruções simples para fazer download de algum arquivo. É difícil encontrar uma documentação mais completa onde por exemplo seja explicado qual programa bt* é mais adequado para uma determinada situação. Encontrei um man do bittorrent feito para o Debian, porém estava um pouco defasado e incompleto. Traduzi o texto, o atualizei e complementei com alguns comandos anteriormente não documentados. Pedi ao colega Thiago Macieira para revisar o texto e julgo que o mesmo está adequado para publicação."

O resultado você confere abaixo.

Man Bittorrent

Traduzido e atualizado por Marcelo Vivan Borro (marcelovborro@ig.com.br), a partir dos arquivos man obtidos em http://annys.eines.info/cgi-bin/man/manwhatis?1 escritos originalmente para o Debian por Michael Janssen (jamuraa@debian.org) e da própria documentação do Bittorrent.
Revisado por Thiago Macieira (thiago@macieira.info).

1.Bittorrent Downloader

Uso
btdownloadheadless.py [ opções ... ] URL
btdownloadheadless.py [ opções ... ] nome do arquivo
btdownloadcurses.py [ opções ... ] URL
btdownloadcurses.py [ opções ... ] nome do arquivo
btdownloadgui.py [ opções ... ] URL
btdownloadgui.py [ opções ... ] nome do arquivo

Descrição

Estes são programas que permitem o download de arquivos usando bittorrent, um protocolo de rede peer to peer. Todos programas desta seção possuem as mesmas opções

Opções

As opções dos comandos são:

--max_uploads
O número máximo de uploads permitidos simultaneamente. (o padrão é 7)

--keepalive_interval
Número de segundos entre o envio de sinais de keepalive (o padrão é 120.0)

--download_slice_size
Quantos bytes devem ser solicitados por requisição. (o padrão é 16384)

--request_backlog
Quantas requisições devem ser mantidas em um único pipe de cada vez. (o padrão é 5)

--max_message_length
Tamanho do máximo do prefixo de codificação que deve ser aceito pela conexão - Valores maiores que o definido derrubam a conexão. (o padrão é 8388608)

--ip
IP para reportar ao tracker. (o padrão é '')

--minport
A porta mais baixa que será usada, tenta as superiores se indisponível (o padrão é 6881)

--maxport
A porta mais alta que será usada (o padrão é 6999)

--responsefile
Arquivo onde foi armazenada a resposta do servidor (geralmente um arquivo .torrent gravado localmente); alternativa para url (o padrão é ''). Pode ser usada a forma sem especificar o parâmetro - btprograma.py arquivo.torrent

--url
Url de onde se deve obter o arquivo .torrent; alternativa para responsefile (o padrão é '')

--saveas
Nome do arquivo local para salvar o download; com argumento nulo, pergunta ao usuário (o padrão é '')

--timeout
Tempo em segundos para aguardar para o fechamento dos sockets nos quais nada é recebido (o padrão é 300.0)

--timeout_check_interval
Tempo em segundos para aguardar entre as verificações de se alguma conexão caiu por inatividade (o padrão é 60.0)

--max_slice_length
O tamanho máximo do bloco a ser enviado aos peers; requisições maiores são ignoradas (o padrão é 131072)

--max_rate_period
Quantidade máxima de tempo para deduzir a taxa de transferência atual (o padrão é 20.0)

--bind
IP no qual ouvir localmente (o padrão é '')

--upload_rate_fudge
Tempo em segundos equivalente à escrita do TCP buffer ao nível do kernel, para ajuste da taxa de upload (o padrão é 5.0)

--display_interval
Tempo em segundos entre a atualização da informação apresentada (o padrão é 0.5)

--rerequest_interval
Tempo em segundos para aguardar entre requisições de novos peers (o padrão é 300)

--min_peers
Número mínimo peers necessário para não fazer novas requisições (o padrão é 20)

--http_timeout
Número de segundos para aguardar antes de assumir que uma conexão http caiu por inatividade (o padrão é 60)

--max_initiate
Número máximo de peers; se ultrapassado impede o estabelecimento de novas conexões (o padrão é 35)

--max_allow_in
Número máximo de conexões permitido; além deste valor, novas conexões serão fechadas imediatamente (o padrão é 55)

--check_hashes
Se deve ou não checar os hashes (assinaturas dos trechos do download) já presentes no HD (o padrão é 1 (sim))

--max_upload_rate
Taxa máxima de upload, 0 significa sem limite (o padrão é 0)

--snub_time
Tempo em segundos para aguardar por tráfego em uma conexão, antes de assumir que não está respondendo. (o padrão é 30.0)

--spew
Mostrar informações de diagnóstico para a saída padrão (o padrão é 0 -não)

--rarest_first_cutoff
Quantidade de peers que deve estar disponível para cada trecho do download na qual trocar de ordem aleatória para os mais raros primeiro (o padrão é 4)

--min_uploads
Número de uploads para preencher com optimistic unchokes extras (o padrão é 4)

--report_hash_failures
Informar ao usuário que falhas nas assinaturas dos trechos baixados ocorreram. Não são fatais. (o padrão é 0)


2.Bittorrent Multi-Downloader

Uso
btlaunchmany.py diretório [ opções ... ]
btlaunchmanycurses.py diretório [ opções ... ]
Descrição
Btlaunchmany.py é um programa que facilitao uso do bittorrent em situações de downloads múltiplos. O programa procura em um diretório por arquivos torrent. Quando acha algum, inicia uma instância do programa para cada arquivo encontrado.
Opções
Estes programas tem exatamente as mesmas opções que os bittorrent downloaders normais


3.Btmakemetafile

Uso
btmakemetafile.py arquivo endereço_de_anúncio_do_tracker [ opções ... ]
Descrição
Btmakemetafile.py é um programa que gera os arquivos torrent que são distribuídos para os clientes bittorrent (usualmente pela WWW) de maneira a informá-los onde o tracker designado para o arquivo torrent está localizado, e permitir a eles verificar seu contéudo.

Btmakemetafile.py usa dois argumentos. Ambos são requeridos. O primeiro é o arquivo para o qual o arquivo torrent será gerado. O segundo é a URL de "anúncio" do tracker. Esta URL tem obrigatoriamente que terminar com "/announce" (ex. http://127.0.0.1:6969/announce).
Opções
--piece_size_pow2 arg
A qual potência de 2 definir o tamanho do fragmento do arquivo. (o padrão é 18)

4.Btcompletedir

Uso
btcompletedir.py diretório endereço_de_anúncio_do_tracker [ opções ... ]
btcompletedirgui.py diretório endereço_de_anúncio_do_tracker [ opções ... ]
Descrição
Btcompletedir.py é um programa que gera os arquivos torrent que são distribuídos para os clientes bittorrent da mesma meneira que o comando btmakenetafile.py, com a diferença de gerar um arquivo torrent a partir de um diretório e não um arquivo. Btcompletedirgui.py é a versão com interface gráfica do btcompletedir.py.

Btcompletedir.py usa dois argumentos. Ambos são requeridos. O primeiro é o diretório para o qual o arquivo torrent será gerado. O segundo é o endereço de "anúncio" do tracker (ex. http://127.0.0.1:6969/announce).
Opções
--piece_size_pow2 arg
A qual potência de 2 definir o tamanho do fragmento do arquivo. (o padrão é 18)

5.Btreannounce

Uso
btreannounce.py url torrentantigo torrentnovo
Descrição
btreannounce é um programa que muda o endereço de anúncio de um arquivo torrent existente. O torrent especificado pelo argumento torrentantigo será modificado para usar o novo endereço de anúncio dado pelo argumento url, e o arquivo modificado será salvo com o nome dado pelo argumento torrentnovo.

6.Btrename

Uso
btrename.py torrent novonome
Descrição
Btrename.py é um programa que muda o nome do arquivo sugerido apresentado ao usuário do arquivo bittorrent. Isto fará o downloader salvá-lo com um nome diferente do padrão. O torrent especificado pelo argumento torrent é modificado, mudando o nome do arquivo sugerido para novonome.


7.Btshowmetainfo

Uso
btshowmetainfo.py arquivo1.torrent [ arquivo2.torrent] [ arquivo3.torrent] ...
Descrição
Btshowmetainfo.py é um programa que mostra a informação armazenada em um arquivo torrent.


8.Bttrack

Uso
bttrack.py [ opções ... ]

Descrição
Bttrack.py é um programa que serve como o "tracker" para os clientes bittorrent. Este programa rastreia as informações de quanto falta para completar o download para cada cliente e noticia esta informação quando solicitada por outros clientes.

Opções
--port portnum
Escuta na porta portnum (o padrão é 80)
--dfile nomearquivo
Armazena informações recentes do downloader em nomearquivo
--bind ip
Se associa ao IP ip ao invés o padrão
--socket_timeout secs
tempo de inatividade para fechar conexões (o padrão é 15)
--save_dfile_interval secs
Tempo em segundos entre os salvamentos do dfile (o padrão é 300)
--timeout_downloaders_interval secs
Tempo em segundos para expirar os downloaders (o padrão é 2700)
--reannounce_interval secs
Tempo em segundos que os downloaders devem aguardar entre cada reanúncio (o padrão é 1800)
--response_size num
Número de peers para enviar mensagens de informação (o padrão é 50)
--timeout_check_interval secs
Tempo em segundos para checar se alguma conexão caiu por inatividade (o padrão é 5)
--nat_check num
Quantas vezes checar se os downloaders estão atrás de NAT (o padrão é 3. 0 não checa)
--min_time_between_log_flushes secs
Tempo minimo entre as limpezas de log (o padrão é 3.0)
--allowed_dir path
Somente permite o download de .torrents no diretório path (o padrão é '')
--parse_allowed_interval mins
Minutos entre cada releitura do diretório permitido para download (o padrão é 15)
--show_names [ 1 | 0 ]
Se mostra os nomes presentes no diretório de downloads (o padrão é 1)
--favicon
Arquivo com o ícone a ser fornecido quando o browser requisita um favicon.ico (o padrão é '')
--only_local_override_ip
Ignora o parâmetro ip do comando GET de máquinas que não estão na rede local (o padrão é 1)
--logfile
Arquivo onde escrever os logs do tracker, use - para stdout (padrão) (o padrão é '')
--allow_get
Usar com allowed_dir; adiciona uma url /file?hash={hash} que permite aos usuários fazer o download do arquivo torrent (o padrão é 0)
--keep_dead
Mantém torrents mortos depois que eles expiram (de maneira que eles apareçam no /scrape e página web) (o padrão é 0)
--max_give
Número máximo de peers para fornecer para a requisição de clientes ( o padrão é 200)

Autor

Traduzido e atualizado por Marcelo Vivan Borro (marcelovborro@ig.com.br), a partir dos arquivos man obtidos em http://annys.eines.info/cgi-bin/man/manwhatis?1 escritos originalmente para o Debian por Michael Janssen (jamuraa@debian.org) e da própria documentação do Bittorrent.
Revisado por Thiago Macieira (thiago@macieira.info).

Postado por brain em julho 18, 2004 10:36 PM

Comentários para "Manual em português para o BitTorrent"

» Postado por: Douglas Augusto em julho 19, 2004 06:14 AM, 200.177.130:

    Quem quiser experimentar um excelente cliente Bittorrent, recomendo o Azureus[1]. É gráfico e desenvolvido em java, portanto multiplataforma. Além de tudo, está com um desenvolvimento intenso (segundo lugar em atividade no SourceForge).

    1. http://azureus.sourceforge.net/

 

» Postado por: Adan em julho 27, 2004 08:23 PM, 200.195.18.:

    O Marcelo Vivan Borro (marcelovborro@ig.com.br) anuncia: "Fiz uma pesquisa na web sobre documentação do bittorrent para uso próprio (devido à documentação que acompanha o mesmo ser quase inexistente). O que tenho encontrado em listas de discussão são apenas "receitas de bolo" ou instruções simples para fazer download de algum arquivo. É difícil encontrar uma documentação mais completa onde por exemplo seja explicado qual programa bt* é mais adequado para uma determinada situação. Encontrei um man do bittorrent feito para o Debian, porém estava um pouco defasado e incompleto. Traduzi o texto, o atualizei e complementei com alguns comandos anteriormente não documentados. Pedi ao colega Thiago Macieira para revisar o texto e julgo que o mesmo está adequado para publicação."

    O resultado você confere abaixo.


    Man Bittorrent

    Traduzido e atualizado por Marcelo Vivan Borro (marcelovborro@ig.com.br), a partir dos arquivos man obtidos em http://annys.eines.info/cgi-bin/man/manwhatis?1 escritos originalmente para o Debian por Michael Janssen (jamuraa@debian.org) e da própria documentação do Bittorrent.
    Revisado por Thiago Macieira (thiago@macieira.info).

    1.Bittorrent Downloader

    Uso
    btdownloadheadless.py [ opções ... ] URL
    btdownloadheadless.py [ opções ... ] nome do arquivo
    btdownloadcurses.py [ opções ... ] URL
    btdownloadcurses.py [ opções ... ] nome do arquivo
    btdownloadgui.py [ opções ... ] URL
    btdownloadgui.py [ opções ... ] nome do arquivo

    Descrição

    Estes são programas que permitem o download de arquivos usando bittorrent, um protocolo de rede peer to peer. Todos programas desta seção possuem as mesmas opções

    Opções

    As opções dos comandos são:

    --max_uploads
    O número máximo de uploads permitidos simultaneamente. (o padrão é 7)

    --keepalive_interval
    Número de segundos entre o envio de sinais de keepalive (o padrão é 120.0)

    --download_slice_size
    Quantos bytes devem ser solicitados por requisição. (o padrão é 16384)

    --request_backlog
    Quantas requisições devem ser mantidas em um único pipe de cada vez. (o padrão é 5)

    --max_message_length
    Tamanho do máximo do prefixo de codificação que deve ser aceito pela conexão - Valores maiores que o definido derrubam a conexão. (o padrão é 8388608)

    --ip
    IP para reportar ao tracker. (o padrão é '')

    --minport
    A porta mais baixa que será usada, tenta as superiores se indisponível (o padrão é 6881)

    --maxport
    A porta mais alta que será usada (o padrão é 6999)

    --responsefile
    Arquivo onde foi armazenada a resposta do servidor (geralmente um arquivo .torrent gravado localmente); alternativa para url (o padrão é ''). Pode ser usada a forma sem especificar o parâmetro - btprograma.py arquivo.torrent

    --url
    Url de onde se deve obter o arquivo .torrent; alternativa para responsefile (o padrão é '')

    --saveas
    Nome do arquivo local para salvar o download; com argumento nulo, pergunta ao usuário (o padrão é '')

    --timeout
    Tempo em segundos para aguardar para o fechamento dos sockets nos quais nada é recebido (o padrão é 300.0)

    --timeout_check_interval
    Tempo em segundos para aguardar entre as verificações de se alguma conexão caiu por inatividade (o padrão é 60.0)

    --max_slice_length
    O tamanho máximo do bloco a ser enviado aos peers; requisições maiores são ignoradas (o padrão é 131072)

    --max_rate_period
    Quantidade máxima de tempo para deduzir a taxa de transferência atual (o padrão é 20.0)

    --bind
    IP no qual ouvir localmente (o padrão é '')

    --upload_rate_fudge
    Tempo em segundos equivalente à escrita do TCP buffer ao nível do kernel, para ajuste da taxa de upload (o padrão é 5.0)

    --display_interval
    Tempo em segundos entre a atualização da informação apresentada (o padrão é 0.5)

    --rerequest_interval
    Tempo em segundos para aguardar entre requisições de novos peers (o padrão é 300)

    --min_peers
    Número mínimo peers necessário para não fazer novas requisições (o padrão é 20)

    --http_timeout
    Número de segundos para aguardar antes de assumir que uma conexão http caiu por inatividade (o padrão é 60)

    --max_initiate
    Número máximo de peers; se ultrapassado impede o estabelecimento de novas conexões (o padrão é 35)

    --max_allow_in
    Número máximo de conexões permitido; além deste valor, novas conexões serão fechadas imediatamente (o padrão é 55)

    --check_hashes
    Se deve ou não checar os hashes (assinaturas dos trechos do download) já presentes no HD (o padrão é 1 (sim))

    --max_upload_rate
    Taxa máxima de upload, 0 significa sem limite (o padrão é 0)

    --snub_time
    Tempo em segundos para aguardar por tráfego em uma conexão, antes de assumir que não está respondendo. (o padrão é 30.0)

    --spew
    Mostrar informações de diagnóstico para a saída padrão (o padrão é 0 -não)

    --rarest_first_cutoff
    Quantidade de peers que deve estar disponível para cada trecho do download na qual trocar de ordem aleatória para os mais raros primeiro (o padrão é 4)

    --min_uploads
    Número de uploads para preencher com optimistic unchokes extras (o padrão é 4)

    --report_hash_failures
    Informar ao usuário que falhas nas assinaturas dos trechos baixados ocorreram. Não são fatais. (o padrão é 0)


    2.Bittorrent Multi-Downloader

    Uso
    btlaunchmany.py diretório [ opções ... ]
    btlaunchmanycurses.py diretório [ opções ... ]
    Descrição
    Btlaunchmany.py é um programa que facilitao uso do bittorrent em situações de downloads múltiplos. O programa procura em um diretório por arquivos torrent. Quando acha algum, inicia uma instância do programa para cada arquivo encontrado.
    Opções
    Estes programas tem exatamente as mesmas opções que os bittorrent downloaders normais


    3.Btmakemetafile

    Uso
    btmakemetafile.py arquivo endereço_de_anúncio_do_tracker [ opções ... ]
    Descrição
    Btmakemetafile.py é um programa que gera os arquivos torrent que são distribuídos para os clientes bittorrent (usualmente pela WWW) de maneira a informá-los onde o tracker designado para o arquivo torrent está localizado, e permitir a eles verificar seu contéudo.

    Btmakemetafile.py usa dois argumentos. Ambos são requeridos. O primeiro é o arquivo para o qual o arquivo torrent será gerado. O segundo é a URL de "anúncio" do tracker. Esta URL tem obrigatoriamente que terminar com "/announce" (ex. http://127.0.0.1:6969/announce).
    Opções
    --piece_size_pow2 arg
    A qual potência de 2 definir o tamanho do fragmento do arquivo. (o padrão é 18)

    4.Btcompletedir

    Uso
    btcompletedir.py diretório endereço_de_anúncio_do_tracker [ opções ... ]
    btcompletedirgui.py diretório endereço_de_anúncio_do_tracker [ opções ... ]
    Descrição
    Btcompletedir.py é um programa que gera os arquivos torrent que são distribuídos para os clientes bittorrent da mesma meneira que o comando btmakenetafile.py, com a diferença de gerar um arquivo torrent a partir de um diretório e não um arquivo. Btcompletedirgui.py é a versão com interface gráfica do btcompletedir.py.

    Btcompletedir.py usa dois argumentos. Ambos são requeridos. O primeiro é o diretório para o qual o arquivo torrent será gerado. O segundo é o endereço de "anúncio" do tracker (ex. http://127.0.0.1:6969/announce).
    Opções
    --piece_size_pow2 arg
    A qual potência de 2 definir o tamanho do fragmento do arquivo. (o padrão é 18)


    5.Btreannounce

    Uso
    btreannounce.py url torrentantigo torrentnovo
    Descrição
    btreannounce é um programa que muda o endereço de anúncio de um arquivo torrent existente. O torrent especificado pelo argumento torrentantigo será modificado para usar o novo endereço de anúncio dado pelo argumento url, e o arquivo modificado será salvo com o nome dado pelo argumento torrentnovo.

    6.Btrename

    Uso
    btrename.py torrent novonome
    Descrição
    Btrename.py é um programa que muda o nome do arquivo sugerido apresentado ao usuário do arquivo bittorrent. Isto fará o downloader salvá-lo com um nome diferente do padrão. O torrent especificado pelo argumento torrent é modificado, mudando o nome do arquivo sugerido para novonome.


    7.Btshowmetainfo

    Uso
    btshowmetainfo.py arquivo1.torrent [ arquivo2.torrent] [ arquivo3.torrent] ...
    Descrição
    Btshowmetainfo.py é um programa que mostra a informação armazenada em um arquivo torrent.


    8.Bttrack

    Uso
    bttrack.py [ opções ... ]

    Descrição
    Bttrack.py é um programa que serve como o "tracker" para os clientes bittorrent. Este programa rastreia as informações de quanto falta para completar o download para cada cliente e noticia esta informação quando solicitada por outros clientes.

    Opções
    --port portnum
    Escuta na porta portnum (o padrão é 80)
    --dfile nomearquivo
    Armazena informações recentes do downloader em nomearquivo
    --bind ip
    Se associa ao IP ip ao invés o padrão
    --socket_timeout secs
    tempo de inatividade para fechar conexões (o padrão é 15)
    --save_dfile_interval secs
    Tempo em segundos entre os salvamentos do dfile (o padrão é 300)
    --timeout_downloaders_interval secs
    Tempo em segundos para expirar os downloaders (o padrão é 2700)
    --reannounce_interval secs
    Tempo em segundos que os downloaders devem aguardar entre cada reanúncio (o padrão é 1800)
    --response_size num
    Número de peers para enviar mensagens de informação (o padrão é 50)
    --timeout_check_interval secs
    Tempo em segundos para checar se alguma conexão caiu por inatividade (o padrão é 5)
    --nat_check num
    Quantas vezes checar se os downloaders estão atrás de NAT (o padrão é 3. 0 não checa)
    --min_time_between_log_flushes secs
    Tempo minimo entre as limpezas de log (o padrão é 3.0)
    --allowed_dir path
    Somente permite o download de .torrents no diretório path (o padrão é '')
    --parse_allowed_interval mins
    Minutos entre cada releitura do diretório permitido para download (o padrão é 15)
    --show_names [ 1 | 0 ]
    Se mostra os nomes presentes no diretório de downloads (o padrão é 1)
    --favicon
    Arquivo com o ícone a ser fornecido quando o browser requisita um favicon.ico (o padrão é '')
    --only_local_override_ip
    Ignora o parâmetro ip do comando GET de máquinas que não estão na rede local (o padrão é 1)
    --logfile
    Arquivo onde escrever os logs do tracker, use - para stdout (padrão) (o padrão é '')
    --allow_get
    Usar com allowed_dir; adiciona uma url /file?hash={hash} que permite aos usuários fazer o download do arquivo torrent (o padrão é 0)
    --keep_dead
    Mantém torrents mortos depois que eles expiram (de maneira que eles apareçam no /scrape e página web) (o padrão é 0)
    --max_give
    Número máximo de peers para fornecer para a requisição de clientes ( o padrão é 200)

    Autor

 

» Postado por: jodokas em agosto 8, 2004 12:40 AM, 200.191.22.:

    to pra ficar doido com essa merda de bittorrent,mas a materia me ajudou um pouco.valeu marcelo.obrigado

 

» Postado por: online poker em agosto 15, 2004 03:53 PM, 80.55.188.1:

 

» Postado por: Miguel Moura em outubro 2, 2004 05:27 AM, 82.102.32.7:

    Viva,

    Eu sempre fiz downloads com o Bit Torrent em Linux (http://www.suprnova.org), mas recentemente algo mudou, pq quando faço
    ./btdownloadcurses --max_upload_rate 1 --max_rate_period 1 http://....torrent, é-me devolvida uma msg de erro ... got bad file info

    Alguem sabe como contornar este problema ??

    O meu email é moura_miguel@tvtel.pt

 

Antes de comentar...

- Preserve a qualidade desta discussão
- Leia os Termos de Uso.
- Este formulário deve ser usado para comentários sobre a notícia. Se você tem dúvidas ou precisa de ajuda, use o Fórum.
- Mantenha o foco nos argumentos e no assunto
- Não faça ataques pessoais.
- Pense 5 vezes antes de entrar em discussões inúteis, como "qual é a melhor distribuição/ambiente gráfico/linguagem de programação/etc.", mesmo se alguém já tiver provocado - um erro não justifica o outro
- Não seja um e-mala ;-)

Envie seu comentário









Lembrar as informações pessoais?


Atenção: Este formulário deve ser usado para comentários sobre a notícia. Se você tem dúvidas ou precisa de ajuda, use o Fórum, onde mais pessoas estarão disponíveis para respondê-lo..






Nota: os comentários pertencem a seus respectivos autores e são de responsabilidade de quem os postou. O restante desta nota está disponível sob a licença GNU FDL, exceto se explicitamente declarado em contrário.