br-linux

Artigos br-linux.org
Artigos sobre Linux em bom português, originais e com qualidade

Barrando spam facilmente com o mozilla mail
Publicado em 19 de abril de 2004

Neste tutorial, Antônio Carlos V. da Silva (acvsilva_AT_terra.com.br), nos mostra como configurar de forma simples o mozilla para barrar spams sem nenhuma ferramenta adicional. Vale a pena dar uma olhada!

Barrando spam facilmente com o mozilla mail

Funciona com qualquer linux com mozilla nativo ou não
por Antonio Carlos V. da Silva - acvsilva_AT_terra.com.br

Não tem coisa mais irritante na internet do que a praga do spam! ;-/
Mesmo que você tome todas as precauções - PIMBA! - um dia o "mardito" bate à sua porta.
Várias soluções apresentam-se ao usuário: desde configurar o anti-spam diretamente no servidor até instalar programa para isso no seu linux e...configurar...configurar...configurar...
Se você usa o mozilla como navegador padrão no linux ou windows (neste, recomendo fortemente que o faça), não há motivos para não usar também o mozilla
mail: pequeno, estável e que se serve do engine do navegador para funcionar. E o melhor de tudo, ele já possui recursos para barrar spam...
SEM INSTALAR E CONFIGURAR NADA!!!

I VERIFICANDO SE O MOZILLA MAIL ESTÁ INSTALADO

1) # rpm -qa moz*, sendo que no terminal será retornado aproximadamente isto:

   mozilla-nss-1.4.1-17
   mozilla-nspr-1.4.1-17
   mozplugger-1.3.2-1
   mozilla-1.4.1-17
   mozilla-mail-1.4.1-17

2) caso não esteja, fazê-lo segundo o procedimento padrão para sua distro ou baixe o pacote estável mais recente em www.mozilla.org);

3) procure ou crie o link para o mozilla mail (no KDE, K > mais aplicações da internet > mozilla mail);

4) admitiremos que já criou uma conta de e-mail no mozilla mail, necessitando apenas ativar o serviço;


II CONFIGURANDO O ANTI-SPAM

1) clique em "receber mensagem", autentique-se com sua senha e espere baixar todos os e-mails de sua conta;

Figura spam 1

2) na figura acima, veja que mandamos 03 e-mails de teste para a conta "acvsilva". Entre os campos  "assunto" e "data" existe um pequeno ícone de uma lixeira que, pondo a seta do mouse por cima  aparece o texto: "clique para classificar pela identificação de spam". Nele é que vamos trabalhar.

3) para cada mail que receber e que seja spam, clique na correspondência desejada e depois no ícone supra citado, fazendo com a mensagem seja classificada como tal. Repita este passo quantas vezes forem necessárias. A seguir, livre-se delas... ;-))

Figura spam 3

4) depois que alguns e-mails forem classificados como spam, clique em "ferramentas" > "anti-spam". Leia a mensagem que aparecer e a seguir faça as opções:

a) exibir opções de conta - escolha a conta que deseja aplicar o filtro anti-spam
b) marcar: "identificar spam automaticamente" e "não considerar spam se o remetente estiver neste catálogo" (escolha entre "catálogo pessoal" e "endereços coletados")
c) selecione "mover as mensagens recebidas e classificadas como spam para" e escolha "outra pasta" + "lixeira/seu_mail" na caixa 'a frente da opção.
d) agora há duas opções para você: selecionar "excluir da pasta os spams com mais de" e indicar o número de dias que ficarão guardados; ou então selecionar "quando eu marcar uma mensagem como spam" + "excluir".

Figura spam 3
   
Se optou por esta última escolha, não se esqueça de dar "OK" na janela e ir para "editar > configurar contas > seu_mail > recebimento" e desativar a caixa "esvaziar a lixeira ao sair" pois senão os spams não ficarão armazenados pelo tempo que estipulou...

e) porquê não eliminar de vez os spams? Simples, porque há uma probabilidade pequena de falhas e um mail pode ser enviado por engano para a lixeira sem o ser... Depois que adquirir confiança no filtro, poderá corrigir as opções para mandar os spams para o espaço sem perdão...;-))


PRONTO!!!
Você agora vai ler realmente o que interessa e nada mais!


Autor: Antonio Carlos V. da Silva
Email: acvsilva_AT_terra.com.br

Postado por fuji em abril 19, 2004 02:48 PM

Comentários para "Barrando spam facilmente com o mozilla mail"

» Postado por: GABRIEL em abril 21, 2004 08:09 PM, 201.5.97.22:

    EU SALVEI P/ LER DEPOIS MAS EU UTILIZO O MOZILLA 1.6 COM THUNDERBIRD NO WINDOWS XP PRO , ELE ESTÁ SE SAINDO MUITO BEM , NÃO ESTOU PENSANDO EM TROCAR E TENHO CERTEZA QUE SE SAIRÁ MELHOR DEPOIS QUE EU LÊR O SEU TUTORIAL. CONTINUE, POIS EU JÁ FIZ O DOWNLOAD DO NETSCAPE MAIS RECENTE E JÁ ESTOU DE OLHO NO LINUX. OBRIGADO , SINCERAMENTE , ROBERTO...

 

» Postado por: Ricardo em maio 7, 2004 10:01 AM, 200.203.101:

    Utilizo o mozilla mail a quase um ano, no trabalho com windows XP e em casa com Linux, e garanto que é um dos melhores. Recomendo...
    Este tutorial é muito útil pra quem está iniciando o uso, mas não vamos esquecer que o mozilla tem muitos outros recursos ótimos que também merecem diversos tutoriais...
    Parabéns pela iniciativa!

 

» Postado por: Mascate em outubro 11, 2004 10:25 AM, 200.254.64.:

    Gostaria de saber, como configurar uma conta no mesmo, sendo que, quero criar uma conta como exe: mascate@mascacate.com.br. Já tenho um site que é o www.mascate.com.br.
    E com este site posso abrir uma comta da forma que quero utilizando o MOZILLA?

    No aguardo
    Atenciosamente
    Júnior Mascate

 

Antes de comentar...

- Preserve a qualidade desta discussão
- Leia os Termos de Uso.
- Este formulário deve ser usado para comentários sobre a notícia. Se você tem dúvidas ou precisa de ajuda, use o Fórum.
- Mantenha o foco nos argumentos e no assunto
- Não faça ataques pessoais.
- Pense 5 vezes antes de entrar em discussões inúteis, como "qual é a melhor distribuição/ambiente gráfico/linguagem de programação/etc.", mesmo se alguém já tiver provocado - um erro não justifica o outro
- Não seja um e-mala ;-)

Envie seu comentário









Lembrar as informações pessoais?


Atenção: Este formulário deve ser usado para comentários sobre a notícia. Se você tem dúvidas ou precisa de ajuda, use o Fórum, onde mais pessoas estarão disponíveis para respondê-lo..






Nota: os comentários pertencem a seus respectivos autores e são de responsabilidade de quem os postou. O restante desta nota está disponível sob a licença GNU FDL, exceto se explicitamente declarado em contrário.