Visite também: UnderLinux ·  VivaOLinux ·  LinuxSecurity ·  Dicas-L ·  NoticiasLinux ·  SoftwareLivre.org ·  [mais] ·  Efetividade ·  Linux in Brazil ·  Floripa  

Conexões no BROffice.Base

A equipe de desenvolvimento do OpenOffice.org lançou a ferramanta Base como parte do OpenOffice 2.0 que se propõe a ser, antes de mais nada, um front-end para um banco de dados chamado HSQLDB desenvolvido em java. Pode-se trabalhar com tabelas, consultas, formulários e relatórios. Na verdade o Base se utiliza do Writer (editor de textos da suíte OpenOffice) para implementar formulários e relatórios.

Além disto, o Base pode ser utilizado como front-end para outros bancos de dados, permitindo a interação com os dados. Podemos então realizar, num ambiente externo ao banco, consultas, formulários e relatórios. Este ambiente cria um universo de possibilidades. Entretanto, não é possível modificar a estrutura dos bancos e tampouco administração de usuários em SGBDs.

Abordarei neste artigo apenas a etapa de conexão a banco de dados externos (não HSQLDB) por uma razão muito simples: às vezes deixamos de utilizar um front-end para o banco por não conseguir conexão.

Há várias formas de conexão aos diversos tipos de bancos de dados (desde arquivos texto até SGBDs). O Base, a partir da instalação padrão, está preparado para prover conexão a arquivos texto, planilhas e catálogos de endereços nativamente. SGBDs, geralmente, necessitam algum middleware de conexão: ODBC, JDBC ou SDBC.

Para utilização de ODBC - Open DataBase Connectivity - em ambiente UNIX-like é necessária a instalação do unixodbc (www.unixodbc.org). JDBC - Java DataBase Connectivity - depende da existência de driver específico (classe java) para cada SGBD. O mesmo acontece com o SDBC - Star(Office) DataBase Connectivity -, ou seja, é necessário um driver. Em dba.openoffice.org/drivers/ pode-se obter drivers SDBC para PostreSQL, Linux MDB e SQLite.

Por exemplo, para conexão ao Sybase ASE 12.5 utilizo o unixODBC com freeTDS (www.freetds.org). Para utilização de ambos, sugiro uma pesquisa em sua documentação. De qualquer forma, deixo aqui os arquivos de configuração para facilitar a vida de alguns iniciantes:


# - - - - - - -
# freetds.conf
# - - - - - - -

[GASPAR]
host = 192.168.2.3
port = 5000
tds version = 5.0

# - - - - - - -
# odbcinst.ini
# - - - - - - -

[TDS]
Description = v0.52 with protocol v5.0
Driver = /usr/local/lib/libtdsodbc.so
UsageCount = 1

# - - - - - - -
# odbc.ini
# - - - - - - -

[GASPAR]
Driver = TDS
Description = Sybase sample database
Trace = No
Server = 192.168.2.3
Database = sample
Port = 5000


Feito isto, no assistente de banco de dados do Base, basta utilizar o driver ODBC. Forneça o nome da fonte de dados ODBC (no meu caso, GASPAR). Em seguida forneça o nome do usuario e selecione a caixa 'Senha exigida'. Faça um teste de conexão. Em caso de sucesso, você já está pronto para interagir com seu SGBD via ODBC.

Os SGBDs livres mais utilizados hoje em dia são o MySQL e o PostgreSQL. O primeiro você pode acessar utilizando ODBC conforme descrito anteriormente. Para acessar o PostgreSQL, pode-se utilizar um driver SDBC que pode ser encontrado em dba.openoffice.org/drivers/postgresql/. Siga as instruções contidas no mesmo endereço.

Encerro o artigo dizendo que há várias maneiras para utilizar o Base (ou de preparar NESTON), invente a sua.
” A nota foi enviada por Fabiano Caixeta Duarte (fcdΘsuperig·com·br), que acrescentou este link da fonte para maiores detalhes.

Comentários dos leitores

Os comentários abaixo são responsabilidade de seus autores e não são revisados ou aprovados pelo BR-Linux. Consulte os Termos de uso para informações adicionais. Esta notícia foi arquivada, não será possível incluir novos comentários.
Comentário de lucmult
FreeTDS e MSSQL: Em tese o FreeTDS deve servir também para acessar bases MSSQL.

Eu utilizo este driver ODBC com o unixODBC para acessar MSSQL com o Python no Linux.

Grato,

Luciano Pacheco
Comentário de Orvalho J Augusto
Eu neste ponto prefiro iODBC: Eu neste ponto prefiro iODBC porque uso uma aplicacao de nome Stata (tragicamente nao opensource); Preciso de usar os dados em MySQL e trag-os em bocadinhos para analisa-los em Stata com uma conexao ODBC.

BR-Linux.org
Linux® levado a sério desde 1996. Notícias, dicas e tutoriais em bom português sobre Linux e Código Aberto. "A página sobre software livre mais procurada no Brasil", segundo a Revista Isto É.
Expediente
Sobre o BR-Linux
Enviar notícia ou release
Contato, Termos de uso
FAQ, Newsletter, RSS
Banners e selos
Anunciar no BR-Linux
BR-Linux apóia
LinuxSecurity, Tempo Real
Suporte Livre, Drupal
Verdade Absoluta
Pandemonium
Efetividade, Floripa.net
sites da comunidade
Ajuda
Moderação
Flames: não responda!
Publicar seu texto
Computador para Todos
Notícias pré-2004
Tutoriais, HCL pré-2004